A briga pelo DEM

A briga pelo DEM

O governador Flávio Dino (PCdoB) resolveu usar toda a sua força para inflar o partido Democratas com seus aliados no Maranhão. Um grupo de deputados estaduais e prefeitos controlados pelo comunista vai se filiar ao DEM na próxima quinta-feira, 8, com um objetivo claro: neutralizar a filiação do ex-padrinho político José Reinaldo Tavares, que tem data para entrada no partido marcada para o dia 10, sábado.

A batalha em que se transformou o controle do DEM no estado tem um motivo eleitoral: o partido tem um dos maiores tempos na propaganda eleitoral gratuita e quem ficar com ele larga em vantagem.

Flávio Dino sabe que o aliado deputado federal Juscelino Filho, apesar de articulado, não tem o peso necessário em Brasília para garantir a aliança do DEM com o PCdoB. Por isso, tenta inflar a legenda com deputados estaduais, como Neto Evangelista (PSDB) e Rogério Cafeteira (PSB), obedientes ao seu projeto de poder.

Mas José Reinaldo articula por cima, tentando levar para a legenda deputados federais, assim como ele, e mostrar peso político à cúpula nacional. Além disso, o ex-governador tenta convencer o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) a disputar o governo pelo partido.

Apesar da festa de Flávio Dino para a entrada de seus aliados na legenda, José Reinaldo Tavares ganhou um trunfo a mais com a decisão do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, de ser candidato a presidente. E Maia precisará de um palanque forte no Maranhão.

 

 

Fonte: Blog Jorge Aragão

Seja o primeiro a comentar

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não sera publicado.


*