Andrea Murad leva Levi Pontes novamente à Comissão de Ética

A deputada estadual Andrea Murad (MDB) confirmou em Sessão Plenária, nesta segunda-feira (05), sua representação na Comissão de Ética contra o deputado Levi Pontes (PCdoB), flagrado em áudio, mais uma vez, usando estrutura pública do governo em troca de votos em Chapadinha (MA).

“O mais monstruoso nisso tudo é que o deputado Levi é médico. Um profissional da saúde que, antes de qualquer outro, deveria zelar, pelo que? Pela saúde de seus conterrâneos, dos maranhenses. E agora foi flagrado fazendo o que? Ameaçando o funcionamento de uma unidade de saúde. Onde entra os chapadinhenses nos interesses de Levi Pontes? Não é com a saúde, mas com os votos, único e exclusivamente, com os votos, com o apoio para sua reeleição”, discursou Andrea.

Ao tratar do caso Levi Pontes, Andrea Murad também cobrou posicionamento do governador Flávio Dino sobre o escândalo envolvendo o colega de partido e espera que, diferente do caso de desvio de peixes comprados com recursos públicos, a Comissão de Ética penalize o parlamentar em mais uma conduta ilícita que denigre a imagem do Poder Legislativo.

“E eu acho impressionante como o governador não deu um piu sequer no twitter sobre seu colega de partido. Acho que nessas horas o governador esquece a senha do twitter. Não dá uma satisfação do seu aliado deputado Levi, reincidente, flagrado mais uma vez negociando sua eleição com uso de recurso e bem público, um hospital, vejam só, deputado Levi não queria só tirar os peixes das famílias carentes de Chapadinha. O médico e deputado Levi quer tirar também o pronto atendimento, quer tirar o medicamento dos pacientes, quer tirar as consultas, quer tirar uma upa inteira dos seus chapadinhenses, quer tirar a vida do cidadão que depende de um hospital, tudo em troca de votos. E o governador calado ficou. Mas esta casa não pode se calar, tem que dar uma resposta aos chapadinhenses, ao povo do maranhão. É necessário que se apure essa conduta do deputado Levi”, disse Andrea.

A primeira representação contra o deputado Levi, de autoria de Andrea Murad, arquivado no ano passado, tratava do desvio de peixes comprados com recursos públicos da Prefeitura de Chapadinha e que seriam entregues para aliados políticos e não a famílias carentes. Hoje, a nova representação foi protocolada na Mesa Diretora e deverá ser encaminhada para a Comissão de Ética assim que analisada.

Cabo Campos – Andrea Murad também se posicionou sobre o caso do deputado Cabo Campos, acusado de agredir a companheira na semana passada. É a primeira vez que uma parlamentar fala sobre o assunto na tribuna da Assembleia Legislativa. Andrea vê o caso com extrema preocupação e espera que a Comissão de Ética também não se furte da obrigação de apurar um grave crime de violência contra mulher envolvendo um membro do Poder Legislativo.

“Nada se justifica, assunto que todos os dias estamos na mídia combatendo, alertando, cobrando punição, e não é só porque é um deputado que este não vai responder pelos seus atos. Se existe uma investigação, se existe uma decisão da justiça, se há ocorrência, a internação da vítima, a Comissão de Ética precisa ser acionada imediatamente. São fatos que estão sendo investigados e a lei deve ser cumprida por todos. Não podemos caminhar na contramão do que a sociedade está esperando de nós. Vivemos dias em que somos cobrados por todos os lados e precisamos colocar, em primeiro lugar, defender e proteger os interesses da sociedade, prerrogativa que nos foi dada de representantes do povo, seja a mulher, a criança, o adolescente, o idoso, a gestante, o homem, em tudo que as leis amparam”, falou Andrea da tribuna.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Deputada Andrea Murad

Seja o primeiro a comentar

Deixe sua mensagem

Seu endereço de email não sera publicado.


*